Notícias > Aumento da prolactina

Aumento da prolactina


Luciana Spina – Endocrinologista.

A prolactina é um hormônio produzido pela glândula hipófise, glândula cerebral responsável pela secreção de inúmeros hormônios. Sua principal função no nosso organismo é a produção de leite pelas mamas de mulheres em amamentação.
O aumento acentuado dos níveis de prolactina podem causar vários sintomas clínicos, dentre eles a galactorréia ( saída de secreção leitosa nas mamas), infertilidade, perda de libido, distúrbios menstruais nas mulheres e impotência sexual nos homens.

Causas do aumento de Prolactina:

1 - Fisiológicas - O próprio organismo, por necessidade, aumenta a liberação de prolactina  durante o sono, no stress físico e psicológico, durante a gravidez, durante a amamentação e no orgasmo sexual.

2 - Farmacológica - causada pelo uso de medicamentos - Qualquer droga que modifique a liberação da dopamina, como explicado anteriormente, pode induzir as alterações na liberação de prolactina. Essa causa é muito comum e está frequentemente associada a uso de medicações antidepressivas e demais medicamentos psiquiátricos.

3 - Patológica - Quando envolve alterações da glândula hipofisária como as lesões do Hipotálamo ou da Haste Hipofisária e tumores benignos secretores de Prolactina, conhecidos como adenomas ou prolactinomas.

Pode também ser causada por associação com outras doenças: Síndrome dos ovários policísticos, hipotireoidismo, estimulação periférica neurogênica, falência renal ou cirrose hepática.

Consequências devido ao aumento de Prolactina:

- Homens – A manifestação mais frequente é a diminuição da libido e da potência sexual, porém pode ocorrer diminuição na produção de espermatozoides, aumento das mamas, e diminuição na produção de sêmen.

- Mulheres – Diminuição ou cessação do fluxo menstrual, secreção de leite (galactorréia) e infertilidade, abortos espontâneos recorrentes, ressecamento vaginal, dor ao ato sexual, redução da libido, enfraquecimento dos ossos com osteopenia e risco aumentado de osteoporose, seborréia e hirsutismo (pelos pelo rosto) moderado.

- Em ambos os sexos - ansiedade, depressão, fadiga, ganho de peso, instabilidade emocional, e irritabilidade.

Como tratar: Depende da causa, na maioria das vezes é tratada com meidcações por via oral mas em alguns casos pode ser necessário cirurgia ou radioterapia

Procurar um médico e se tratar adequadamente são medidas fundamentais para solucionar o problema!





x

Login

Login exclusivo para clientes da Dra. Luciana Spina.

Solicite sua senha na consulta e acesse conteúdos exclusivos para aprimorar seu acompanhamento médico.

Login
Senha

x

Norma: RESOLUÇÃO
Órgão: Conselho Federal de Medicina
Número: 1.931
Data Emissão: 17-09-2009
Ementa: Aprova o Código de Ética Médica.

alt : cod_etica.pdf

x

Norma: RESOLUÇÃO
Órgão: Conselho Federal de Medicina
Número: 1.931
Data Emissão: 17-09-2009
Ementa: Aprova o Código de Ética Médica.

alt : 87.pdf

x

Termos de Uso

O web site www.lucianaspina.com.br é um serviço online de informações e comunicação prestado pela Dra. Luciana Diniz Carneiro Spina. Ao utilizá-lo você expressa automaticamente seu consentimento em acatar os termos e condições previstos. Em caso de não-concordância com estes termos e condições, não utilize este web site, nem copie informações aqui contidas.

Conteúdo do Site


Todo o material incluído neste web site é publicado exclusivamente para fins informativos.


Uso do Site


A Dra. Luciana Diniz Carneiro Spina autoriza-o a utilizar este site somente para uso pessoal, não comercial. O conteúdo das páginas deste web site não pode ser copiado, modificado, reproduzido, transferido, publicado ou distribuído de qualquer forma, para uso público ou comercial sem a autorização prévia e por escrito da Dra. Luciana Diniz Carneiro Spina.
A Dra. Luciana Diniz Carneiro Spina autoriza-o a armazenar em seu computador ou imprimir cópias destas páginas, desde que exclusivamente para o seu uso pessoal. Nas situações de transferência de informações aqui contidas deverão ser respeitadas as diretrizes referentes a direitos autorais.


Resposta via E-mail


A resposta via e-mail tem apenas caráter informativo e não substitui a orientação profissional apropriada em relação a fatos e circunstâncias específicas.
As considerações feitas em torno das doenças são genericamente aplicáveis às enfermidades e situações citadas, não podendo ser utilizadas como critério terapêutico/diagnóstico sem a avaliação clínica.


Marcas e Logotipo


As marcas e os logotipos exibidos neste web site são de titularidade exclusiva da Dra. Luciana Diniz Carneiro Spina e não podem ser utilizados em quaisquer lugares, incluindo outros web sites, sem a autorização expressa por escrito da Dra. Luciana Diniz Carneiro Spina.


Lei Aplicável e Foro


No caso de controvérsias relativas a estes termos e condições será exclusivamente competente o Foro da Cidade de Rio de Janeiro, Brasil, sob as normas da Legislação Brasileira em vigor.
Esse site foi desenvolvido de acordo com os Princípios Éticos para Sites de Medicina e Saúde e Normas do Código de Ética Médica.

x

Login

Login
Senha