21 2529-6928
21 2103-1500

Chega ao Brasil o primeiro medicamento de dose semanal contra o diabete tipo 2



A opção ajuda a estabilizar os níveis de glicose por um período prolongado — o que garante, no mínimo, conforto e praticidade

Quem tem diabete sabe quão incômodo é aplicar uma injeção ou engolir uma cápsula todo santo dia. Mas um medicamento que está desembarcando no nosso país promete aplacar esse sofrimento, reduzindo drasticamente a quantidade de aplicações necessárias. Com ele, basta uma picada por semana.

A novidade se chama dulaglutida e foi desenvolvida pela farmacêutica Lilly. Voltada para os portadores do tipo 2 da doença — a versão mais comum, que é associada à obesidade e ao sedentarismo —, a droga estimula o pâncreas a fabricar insulina na presença de altos índices glicêmicos. E esse hormônio é o responsável por colocar para dentro das células o açúcar que está dando sopa no sangue. De quebra, a dulaglutida diminui a concentração de glucagon, substância que joga a glicose na circulação. Assim, a doença fica mais bem controlada durante a semana.

Estudos mostram que as pessoas que utilizaram a medicação apresentaram redução de peso e também sofreram com menos episódios de hipoglicemia (uma baixa acentuada nos níveis de açúcar), consequência comum de algumas terapias indicadas para o tratamento da doença. Essas quedas severas nas taxas de açúcar estão associadas a desmaios, sudorese e fraqueza. Em situações graves, deixa o paciente em estado de coma.

Segundo os fabricantes, o remédio é aplicado com uma caneta inteligente, que vem pronta para uso. Basta acioná-la com um clique para que o medicamento seja administrado corretamente através de uma agulha de pequeno calibre.



Fonte: MdeMulher



Gostou ? Compartilhe !



VOLTAR